15 comentários em “Papa condena mais uma vez a Teologia da Libertação.

  1. O papa tem que condenar a teologia de libertacao por que ele nao e Joao 23 nem Pio 12. Ele e um papa que contribuiu para esconder os escandalos sexuais dos padres que fizeram um maleficio tremendo a nossa igreja e ao publico. A teologia de libertacao e uma teologia que l;ibera as mentiras e esse papa e como Pio 6. Mentiras, mentiras e mais mentiras. Libertacao significa ficando ao lado dos pobres e dos humildes. Este papa nao tem nada disso. Ele nao tem integridade moral para dizer nada a ninguem.
    Eu oro para que tenhamos um outro Joao 23 ou outro Pio 12.

  2. Salve Maria!

    Quando o nosso papa fala contra a teologia da libertação, ele fala com toda a razão, sabemos que a libertação que eles pregam não são as dos pecados, mas do sistema capitalista, e esquecem que a verdadeira libertação vem de uma experiencia com Deus!
    Nosso saudoso papa João Paulo II, várias vezes se colocou contra a TL , excomungando ate o seu idealizador, Leonardo boff.
    Peço que estudem mais o que a Igreja diz para não ficarmos falando inverdades!

    Totus Tuus Virgo Maria
    Eribelton

  3. Na minha opnião tem que acabar mesmo com esta tal teologia pois isso não procede de Deus e sim do maligno, infelizmente os bispos nao obedecem mais o Santo Papa Bento, temos que rezar pois estamos no fim dos tempos , rezar para que todos obedeçam a ele, pois ele é o chefe da igreja Católica Apostólica Romana, pois essa tal teologia da libertação esta é causando muito dano isso sim…
    Mas o orgulho de alguns bispos e cardeais , preferem seguir no erro do que obedecer,é lamentavél tudo isso em que ponto chegamos!

  4. Salve o Santo Padre Bento XVI. A começar, aqueles que estão contra o Santo Padre, estão contra a Igreja, estão contra Cristo! Mentiras… não!!! Oh, não… isso só se encontra nos lábios enganadores dessa tal teologia absurda dos tempos modernos que quer por fim à verdadeira libertação que Jesus veio trazer à humanidade. Teologia da libertação… grande Heresia dos nossos tempos!!! Deus, misericórdia!

  5. Tem que acabar com essa porcaria nojenta, perversa, malefica…. que é a teologia da libertação, graças a Deus é “castrada” não gera vocação, pois é vem dos homens, não é atoa que as vocações tá em baixa

  6. O Papa Condena a Teologia da Libertação porque não morou no Brasil na ÉPOCA DA Ditadura Militar.Ele que a volta do Vaticano I,quando surgiu a TL os leigos comerçaram a ser sujeito da Igreja e não objetos como eram antes.

  7. A teologia da libertação, e todos aqueles que a ela se devotam, são sinais visiveis do anticristo, pois a mesma nega pontos fortes da sagrada escritura, da sagrada tradição e do sagrado magistério da Igreja. Cheguei a ouvir de um formador de cursos bíblicos da minha Paróquia, que é ligado a TL, afirmar que o corpo de Jesus apodreceu como o de qualquer pessoa que morreu. Que Bento XVI tenha muitos anos de pontificado para por ordem na Igreja do Brasil!

  8. Por que será que o Papa não aceita a teorlogia da libertação, a ideia marxista? Será que é porque Marx defendia que todos fossem iguais, que ninguém tivesse mais do que outras pessoas e a Santa Igreja Católica é uma das instituições mais ricas desse mundo?
    Os padres e bispos aqui do Brasil que estão certos, defendendem que todos fossem iguais, a Igreja Católica aqui do Brasil defende os pequenos proprietários de terra e é contra os latifundiários que não estão nem um pouco preocupados com a população e assassinam várias pessoas que são a favor dessas “ideias terríveis”, como a irmã Dorothy Stang, ou Chico Mendes.
    Agora se você diz que a teoria Marxista é o que acoteceu na URSS, está errado, leia um livro de Marx ou Engels e descubra que maravilha seria um mundo socialista (de verdade), não seria proibido a religião, mas seria proibido a Igreja acumular dinheiro.

  9. O Santo Padre tem toda razão ao condenar a TL e seus exponentes, como o Boff. O marxismo infiltrou-se na Igreja de forma sutil, utilizando-se da linguagem da própria Igreja, distorcendo-a de forma a incutir nas pessoas suas ideologias, lenta e gradativamente(Gramsci), fazendo que tomassem parte nas mesmas, sempre de forma quase imperceptível por meio de contorcionismos literários até à subversão em um ambiente geral de pessoas alienadas, umas se batendo contra as outras na chamada luta de classes e, em ambiente todo dividido entre si, facilitar o domínio para reinstauração dessa doutrina anti-cristã como forma de governo; tem sido como administrar um veneno às pessoas em doses diminutas às escondidas, em poções adocicadas, porém cumulativas até ao colapso final.

  10. O Concílio Vaticano II foi convocado mais especialmente para debater uma teologia nova com o nome de Teologia da Libertação, tentando abafar a Teologia tradicional da Igreja. Essa inovação trazia idéias novas na interpretação da fé na prática, assim como apoiar a luta armada em sintonia com os movimentos comunistas na época; uma mistura de religião com idéias socialistas. Era um engodo pois os países comunistas que se instalavam restringiam as liberdades, oprimindo os dominados -como hoje- e usavam todos os meios para chegarem ao poder no dito: todos os meios justificam os fins e há muita literatura incriminando essa teologia nova de se aliar a comunistas para destruir os chamados 3 pilares que impediam de o comunismo se implantar definitivo no mundo, considerados vinculados aos sistemas democráticos a se derrubarem: Jerusalém-Deus-, Roma-IgrejaCatólica-Direito Romano-, Atenas-Razão. Os vinculados a essa inovação herética perdem a comunhão com a Igreja-Cristo-Cl 1.18, etc. e do Papa, hoje Bento XVI.

  11. O Concílio Vaticano II foi convocado mais especialmente para se posicionar à recém chegada Teologia Progressista ou Teologia da Libertação, a qual tentava suprimir a Teologia Tradicional da Igreja. Era um engodo, pois trazia inovações exegéticas profundas em relação à anterior e se afiliava àquela época a movimentos socialistas, com linguagem da própria Igreja subvertia de modo sutil. Ainda hoje, por meio do “marxismo cultural” infiltrado nas mídias geral e eclesial continua a pregação de suas ideologias, isso pelo fato de admitir aceitação às filosofias de Maquiavel, Gramsci, Hegel em seus métodos de doutrinação dentro da sua retórica marxista. Hoje atua de dentro da Igreja para fora, esforçando-se para implodir os 3 pilares que outrora considerou impecilho à instalação do comunismo global, sendo Jerusalém(Deus), Igreja(Roma) e Atenas(Razão), por meio de incentivar a luta de classes, como reivindicaçoes gerais como aos
    direitos gays, glsb, feministas, etc., destruição da família por BBBs, novelas idem e de toda ética/moral cristãs, pois em sociedade alienada e batendo entre si, facilitaria a sua reimplantação. Os líderes mais expoentes são L. Boff, JB Libânio, etc., banidos da Igreja e todos aqueles que se lhes afiliarem ou a esses movimentos incorrerão em igual penalidade dos Santos Padres anteriores e do atual Bento XVI, como incorrendo em grave heresia, ratificada pelo Vaticano em várias menções à mesma.

  12. Satanás tem assestado duros golpes na Igreja Católica, desviando-lhe muitas forças vivas por meio da Teologia da Libertação, a TL, porém não destruí-la, conf. Mt 16.18… e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. De fato, a TL é uma reinterpretação sistemática dos evangelhos sob o paradigma socialista. Apreenderam o “Jesus histórico”, para ela um revolucionário, solidário e descartou o “Jesus transcendente”, Salvador dessa e para a vida eterna a fiéis seguidores. Sendo materialista e atéia, a TL doutrina que, seguindo os ditames da cartilha socialista, será implantado nesse mundo o reino do socialismo, plenamente satisfatório. Convém notar que seu intuito de ideologizar é facilitado por alguns membros ordenados da Igreja apostasiados e boa parte infiltrados pela Internacional Socialista, desde a União Soviética, ao perceberem que a Igreja era o maior obstáculo à implantação do socialismo, com a meta de a corromper e destruir, afetando-lhe o núcleo de fé transcendente e sua credibilidade. O cristianismo é pois instrumentalizado siplesmente para a consecução desse objetivo, apenas. Nos ensinamentos, a TL usa os mesmos termos eclesiais exegéticos e místicos da Igreja distorcendo-os, dando-lhes conotações políticas, sociais e econômicas, em linguagem repleta de contorcionismos literários, quase não havendo significativas diferenças, sem confrontação direta, tendo a sutil intenção de ideologizar, enganando facilmente a quem não possuir conhecimento mais acurado das S. Escrituras, dado às semelhanças de sentido. Todos os S. Padres penalizam com exclusão, excomunhão automática da Igreja a quem se agregue à TL, promova ou mesmo divulgue partidos a ela associados ou vote em candidatos admitentes de suas teorias, tais como aborto, uniões gays, idem glbts e tudo que contradisser à doutrina da Igreja, contida no Catecismo Católico. Há até uma bíblia da Editora Paulus, BÍBLIA. EDIÇÃO PASTORAL dos pes. Ivo Storniolo e Euclides M. Balancin, traduzida e devidamente ideologizada, adaptada aos conceitos socialistas da TL, aliás – irrecomendável – para fiéis à S. Igreja e ao S. Padre. À verdade, a TL tenciona mesmo é sutilmente sublevar as pessoas entre si incrementando a violência, destruir-lhes as estruturas ético-morais cristãs e familiares por meio de versões diversas induzindo a comportamentos anti cristãos promíscuos, como sexo-novelas, festinhas rave, drogas, etc., pois em sociedade amoralizada, sem referência familiar e fragmentada por disputas entre si e de classes facilitará a dominação por um Estado totalitário materialista opressor, laico e ateu.
    Há um desafio de Jesus, Mestre muito exigente, inadmitindo-lhe qualquer aceitação parcial: ou O aceitamos sem reservas sendo-lhe fiéis e obteremos a vida eterna ou ao final da vida perceberemos, se não perecermos subitamente, nossa inútil existência; teremos de colher o subfruto de um tempo vivido sob contingências de interesses temporais, da carne e sob a ideologia niilista para a eternidade. E agora…

  13. Participei de um chat em que abordamos a questão da TL associada ao PT, a Nova Ordem Mundial e vimos 2 vídeos do You Tube:
    1° – “Lula defende na ONU a Nova Ordem Mundial”.
    2° – “Lula: vou implantar o socialismo no Brasil”.
    3º – Discutimos: Lula afirmou: “bobagem” essa que inventaram que os pobres vão ganhar o Reinos dos Céus. de Mt 5, 3 etc. Nós queremos o reino aqui, agora, na terra, desmentindo publicamente a Jesus Cristo, fazendo-se superior às suas Palavras.

    4° – O ensinamento marxista nas escolas fundamentais: a questão da distribuição de preservativos para crianças de 10 anos e educando as crianças no ateísmo, como a ideologia do gênero da indistinção sexual, o homosexualismo e muito mais; para nós católicos assumidos concluimos que equivalerá votar no PT: “Eu quero explicitamente que Satanás nos governe, abençoe e salve nossas crianças, e por que não sob sua proteção o nosso Brasil”.

    Porém, é bom notar que: votar no PT dá exclusão automática da Igreja por grave apostasia, ao conspurcarmos o nosso batismo cristão, ao não renuciarmos às obras das trevas de forma consciente e proposital, por interesses pessoais ou semelhantes; vendemos a nossa alma, semelhante a Esaú.

    V acha boa ideia aceitar, votar no PT e também desafiar a Jesus?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s